MESTRE TONHO DE POMBOS

Destaca-se principalmente como escultor de personalidade inconfundível. Chama a atenção para a singularidade dos traços de seus bonecos entalhados em madeira, com formas que ora lembram desenhos e pinturas cubistas, ora remetem às máscaras africanas. São figuras antropomorfas; no entanto, elas, propositalmente, se distanciam dos formatos retratistas e naturalistas. Os bonecos não representam, suas formas sugerem, o que torna Mestre Tonho um dos mais importantes mamulengueiros contemporâneos.